Antioxidantes e Atividade Física Aeróbica

Home » Nutrição e Performance » Antioxidantes e Atividade Física Aeróbica


Julia Engel
Por Julia Engel

Parece que cada vez mais (e mais novas) as pessoas começam a se preocupar com o envelhecimento, ou melhor com o anti- envelhecimento. Não sou contra os cuidados e nem contra novas descobertas da medicina que possam contribuir para uma maior qualidade de vida futura. O problema inicia quando, leigamente, começamos a usar “produtos milagrosos” de forma indiscriminada, acreditando ser a solução para tudo, sem antes pesquisar e se informar em fontes confiáveis como os produtos funcionariam (ou não).

Um dos termos mais utilizados e “apavoradores” hoje em dia, quando se fala em envelhecimento são os radicais livres! Essas moléculas, produzidas naturalmente pelo nosso organismo, podem sim ser responsáveis por danos como envelhecimento e cânceres quando presentes em excesso no corpo. Mas, não devemos rotular tão rapidamente as coisas e nem começar a usar cápsulas de antioxidantes indiscriminadamente. Vejo muitas pessoas tomando litros de sucos enriquecidos de antioxidantes e suplementos vitamínicos “ao redor do treino” com o objetivo de “eliminar” os radicais livres produzidos neste momento.

 

Mas, ao contrário do que parece, essas moléculas têm seu papel (importante) para a sinalização celular. Elas são um mecanismo necessário para sinalizar a transcrição de PGC-1α (Irrcher et al., 2009) e a suplementação sintética prejudicaria o aumento de número de mitocôndrias (essenciais para a melhora do condicionamento aeróbico e consequentemente perda de gordura e aumento de performance em atividades). Além disso, em seu trabalho Strobel et al., (2011)  mostra que a suplementação de cápsulas de antioxidantes pré treino poderiam prejudicar adaptação aos treinos de endurance.

Não sou contra suplementação! Pelo contrário, temos ótimos produtos para trabalhar e obter o máximo de resultados. Apenas acho que devemos estudar e saber exatamente como cada substância atua antes de sair utilizando tudo porque teoricamente “faz bem”.. Muitas vezes o que “faz bem” em determinados momentos do dia, podem não ser tão interessantes em outros…

 

Bons treinos!


 

Julia Engel

 
Nutricionista graduada na UFRJ e pós graduada em nutrição esportiva pela mesma universidade.
Além de atender em seu consultório próprio localizado em Ipanema no Rio de Janeiro, também é nutricionista da rede de academia Body Tech.
Colunista de importantes sites da área de saúde e atividade física, atuou também durante anos escrevendo a coluna -Nutrição Esportiva- no jornal A Voz da Serra.
Palestrante em congresso da área, Julia Engel ministra cursos de nutrição esportiva englobando fisiologia do exercício.

Posted on

Powered by